FONE: (41) 3372-2540 WHATSAPP: (41) 99806-0068

A bateria da sua empilhadeira está vazando?

Postado por admin em 25/set/2020


A bateria da sua empilhadeira está vazando?

Bateria vazando é um problema mais comum do que se imagina, então não se desespere. Com muita cautela é possível corrigir este problema sem causar danos a sua máquina.

Qual a causa de um vazamento?

Um vazamento pode estar relacionado a diversas causas e as principais delas estão relacionadas a erros operacionais. São elas:

Abastecimento em excesso

Cada bateria tem um limite máximo e mínimo de abastecimento. Falaremos mais no próximo post sobre abastecimento de baterias.

Abastecer antes de carregar

Mas afinal qual é o momento ideal para se abastecer uma bateria? Antes ou depois de carregá-la?

Depende. Baterias que estão muito secas necessitam de um mínimo de água para poder gerar a reação química durante o processo de carga. Em contrapartida, é durante a carga que o nível de água sobe, podendo causar vazamentos.

Abastecimento manual sem o auxílio de um funil

No abastecimento manual as células deverão ser abastecidas individualmente, com o auxílio de um funil.

A ausência de um funil facilita o erro, permitindo que, mesmo em pequenas quantidades, o abastecimento caia da bateria.

Existem também outras situações que dão origem ao vazamento:

  • Carregadores super dimensionados para bateria;
  • Baterias subdimensionadas para a operação;
  • Carregadores defeituosos;
  • Baterias acidentadas;
  • Movimentações incorretas da bateria;
  • Má formação das baterias;

Como corrigir o problema?

Para corrigir o problema da bateria vazando, em primeiro lugar, será necessário retirar a bateria de operação e isolá-la.

O eletrólito da bateria possui dois principais componentes: água deionizada + ácido sulfúrico.

O ácido sulfúrico é um componente químico altamente corrosivo, podendo causar danos tanto aos equipamentos quanto a saúde dos envolvidos.

Será necessário solicitar auxílio de uma equipe especializada para neutralizar o eletrólito que vazou. A neutralização é feita com solução de bicarbonato + água. Posteriormente será necessário avaliar a quantidade de eletrólito perdido, que deverá ser reposto em quantidade igual.

Você pode consultar também no nosso post sobre as principais falhas como criar um plano de manutenção preventiva de baixa custo.

Importante: Jamais adicione soluções ácidas na bateria. Esse procedimento só poderá ser realizado por um profissional.

E por fim, realizar a processo de neutralização dos componentes que entraram em contato com o eletrólito, para evitar futuras corrosões e também o que chamamos de fuga de corrente.

 

Sua bateria transbordou? Foi acidentada?

Entre em contato coma GSR Baterias através do telefone (41) 3372-2540, Whatsapp (41) 99806-0068, ou ainda pelo nosso e-mail de contato: gsr@gsrbaterias.com .

 

Autor – Rodolfo

Rodolfo é Diretor de Operações da GSR Baterias. Já está no mercado de baterias e carregadores tracionários há 12 anos. Atua como Consultor para operações Intralogística e faz parte da equipe de desenvolvimento do Aplicativo de Gestão de Equipamentos em Intralogística COBE.


×

Olá!

Clique para falar com nosso representante ou envie um email para gsr@gsrbaterias.com ou ainda pelo telefone (41) 3372-2540.

× Como posso te ajudar?